SEO para e-commerce é importante para que lojas virtuais sejam encontradas com facilidade pelos usuários em mecanismos de busca, como o Google. As diferentes práticas envolvidas visam a melhorar o posicionamento da página nos resultados de uma pesquisa, o que é estratégico para aumentar as vendas, por exemplo.

Você provavelmente já ouviu falar em SEO, não é mesmo? Afinal, ele é essencial para quem deseja alcançar visibilidade digital e chegar ao público de uma forma que não seja invasiva.

Neste post, explicamos como o SEO para e-commerce pode fazer com que lojas vendam mais e alcancem melhores resultados. Além disso, separamos algumas dicas para que você use essa estratégia em seus negócios. Confira!

O que é SEO e por que ter boas práticas?

SEO é a forma abreviada de "Search Engine Optimization", que pode ser livremente traduzida como "otimização para mecanismos de busca". Ele nada mais é do que um conjunto de técnicas, cujo objetivo é realizar a otimização de sites, blogs e páginas, como e-commerces.

Trata-se de uma estratégia para que empresas obtenham visibilidade nos meios digitais. Afinal, conseguir um ranqueamento melhor nos motores de busca é essencial para aumentar o tráfego orgânico, bem como o número de clientes, de leads e, consequentemente, de faturamento.

Por que o SEO para e-commerce é importante?

Batalhar pelas primeiras posições do Google pode ser um desafio e tanto. No entanto, é preciso lembrar que, atualmente, ele desponta como o principal recurso para se responder algo. Pense bem nas últimas dúvidas que você teve — é possível que você tenha contado com a ajuda especial do maior buscador do mundo para respondê-las!

Em relação ao e-commerce, a lógica se mantém. Afinal, se você vende calçados pela internet, é extremamente interessante que a sua loja ocupe a primeira página do Google quando alguém procura por "tênis de corrida" ou "sapatos sociais", concorda?

Como ter um bom SEO para e-commerce?

Listamos, a seguir, algumas dicas práticas para que você aproveite melhor essas técnicas em seu comércio online. Confira!

Use URLs amigáveis

Esqueça os códigos e as estruturas padronizadas. URLs são um importante fator de ranqueamento, pois comunicam ao usuário qual é o principal assunto de uma página.

Sendo assim, opte por URLs amigáveis, que descrevam a categoria e o conteúdo de forma clara e coesa. Veja, abaixo, um exemplo para um tênis de corrida:

seuecommerce.com.br/corrida/tenis-nike-revolution-4-masculino

Ter um Link Building qualificado também é uma prática estratégica. Em termos resumidos, ele consiste no esforço de adquirir links de outros sites. Na prática, é como se o Google os utilizasse como votos — eles são usados para medir a popularidade e a relevância de seu e-commerce na web, melhorando o ranqueamento.

Capriche na descrição dos produtos

É recomendável que as páginas dos produtos e das categorias tenham descrições originais, que ajudem o usuário a tomar a decisão de compra. Fugir das descrições padronizadas enviadas pelo fornecedor e fazer bom uso da palavra-chave é uma forma de se destacar nesse sentido.

Enfim, o SEO para e-commerce cumpre uma função de grande relevância para o sucesso de um negócio online. Ele faz com que seu site seja visto por mais pessoas e origine um maior número de oportunidades de negócio.

Se você gostou do texto ou ficou com alguma dúvida, aproveite para manifestar sua opinião nos comentários!