Já pensou receber milhares de visitas no seu site todos os dias sem precisar investir em anúncios? Esse é o sonho de muitas empresas, e o SEO marketing é o caminho para realizá-lo. Ao investir em uma estratégia de SEO e apostar na otimização de sites, uma marca tem a oportunidade de atrair potenciais clientes de forma orgânica, construir um relacionamento com eles e aumentar suas vendas.

Neste artigo, explicaremos o que é SEO marketing e como esse conceito pode ajudá-lo a otimizar suas estratégias de inbound marketing. Falaremos sobre como o Google funciona e como ele entende as buscas, apresentando os principais fatores que influenciam no ranqueamento, bem como dicas práticas de como fazer SEO para empresas.

Ficou interessado em saber mais? Então, continue conosco!

1. O que SEO Marketing?

SEO significa Search Engine Optimization, ou otimização para os mecanismos de busca. O SEO marketing, então, é o tipo de marketing que foca seus esforços na otimização de sites, páginas e blogs com o objetivo de conseguir boas posições no Google. Com isso, gera tráfego e autoridade para a empresa na internet.

Quando se trata de SEO, existem muitas técnicas e boas práticas para conseguir ranquear conteúdos. Logo, o SEO marketing leva tudo isso em consideração, desde o planejamento estratégico (por exemplo, ao pesquisar palavras-chave relevantes para o segmento) até a criação dos conteúdos (ao seguir padrões que facilitam a indexação e o ranqueamento pelo Google).

2. Como o Google entende as buscas?

O Google considera que existem três tipos de busca. Assim, interpreta e exibe os resultados que forem mais relevantes para cada necessidade. São elas:

Busca navegacional

Ocorre quando o usuário já sabe para qual site quer ir, mas não lembra da URL ou está com preguiça de digitá-la. Digamos que você queira acessar o "SEO na Prática", mas não lembra se deve ou não incluir o ".br" no endereço. Nesse caso, provavelmente sua busca no Google será "seo na prática", "blog seo na prática" ou "seo na prática site". Em situações assim, as chances de o usuário decidir clicar em um outro site são extremamente pequenas.

Busca informacional

Este é um tipo de pesquisa por meio da qual o usuário está tentando saber mais sobre um assunto. Ele pode decidir acessar um artigo de blog, um site de notícias, um tutorial de produto, assim por diante.

Nesse caso, a pessoa ainda não sabe exatamente qual site procura. E sabe o que isso significa? Que as páginas que estiverem no topo do ranking terão muito mais chances de serem acessadas. Quando não sabe qual site deseja visitar, o usuário sempre tende a preferir os resultados orgânicos que estão no topo das buscas.

Busca transacional

Nesse tipo de busca, o usuário está querendo realizar uma aquisição. Ele pode tentar encontrar um produto, uma e-commerce ou fazer qualquer tipo de transação. Por conta disso, essa categoria de pesquisa é muito valiosa, especialmente para as lojas virtuais. Afinal, aqui já existe uma intenção clara de compra.

3. Como o Google funciona?

Compreender como o Google interpreta e retorna os resultados faz diferença no trabalho de SEO marketing. Em suma, o objetivo do buscador é sempre oferecer o melhor conteúdo para o usuário.

Ou seja, o Google tende a mostrar primeiro páginas e sites que respondam às dúvidas das buscas de forma confiável, coerente, completa, rápida e fácil de ler. Lembre-se de que a experiência do usuário é o centro de tudo. A partir daí, o Google exibe os resultados mais relevantes de duas formas: resultados pagos e resultados orgânicos (gratuitos).

Resultados pagos

Quando existem anúncios, os resultados pagos são mostrados no topo da página, além de serem sinalizados por uma marcação com o texto "anúncio" ou “Ad”. Os sites que estão ali pertencem a empresas que pagaram para ocupar esse espaço por meio da ferramenta de anúncios do Google, o Adwords.

Resultados orgânicos

Os resultados orgânicos, por sua vez, são sites que trabalharam o SEO marketing e atenderam aos principais critérios de ranqueamento. Dessa forma, conquistaram posições no topo do ranking sem precisar anunciar. Esses resultados são definidos pelos robôs do Google considerando o nível de autoridade e relevância. Como mencionamos, o objetivo é gerar uma experiência excelente para o usuário.

É possível que você tenha se perguntado: que raios são esses robôs do Google? Como eles funcionam?

Bem, na verdade eles são um sistema complexo que atua como rastreador. O tempo todo estão buscando as páginas da web, entrando em cada um dos links e lendo os conteúdos. Isso é feito justamente para tentar compreender (com o máximo de inteligência possível que uma máquina pode ter) quais são as páginas mais relevantes para cada termo pesquisado.

Tudo o que os robôs encontram é salvo nos servidores do Google. Assim, o conteúdo permanece segmentado e organizado para exibir os melhores resultados ao usuário.

É como se fosse uma biblioteca gigantesca. Você não precisa ir até a estante para saber onde um livro está, pois basta conferir as informações sobre a localização de cada título. Dessa maneira, os robôs coletam dados sobre SEO marketing e identificam as páginas que estão bem otimizadas, exibindo-as antes dos concorrentes.

4. Principais fatores de ranqueamento para chegar ao topo do Google

Para chegar às primeiras posições dessa biblioteca colossal chamada Google, é fundamental compreender os principais fatores de ranqueamento. Podemos resumi-los em dois grandes pontos:

Qualidade do conteúdo

O Google tende a priorizar conteúdos mais longos (com cerca de 2.500 palavras), completos e aprofundados, embora isso não seja uma regra. O título e a URL devem conter a palavra-chave, assim como o corpo do texto. No entanto, utilizar variações do termo principal é recomendado.

Outra prática fundamental é trabalhar a hierarquia do conteúdo, utilizando as chamadas heading tags (h1, h2, h3, h4). A velocidade e a navegação do site também contam, pois quanto maior for o tempo de permanência na página, melhor.

Link building é a construção de links de qualidade. Em primeiro lugar, é interessante que seu conteúdo tenha links para outras páginas e artigos do seu site, além de mencionar referências, pesquisas e páginas externas (de outros sites) que sejam relevantes.

Em segundo lugar, quanto mais links de sites importantes você tiver apontando para o seu conteúdo, mais respeito ganhará do Google. Afinal, bons conteúdos tendem a gerar indicações, recomendações e compartilhamentos. Por isso, também vale a pena investir em criar conteúdo viral, compartilhável e de qualidade.

5. Como aplicar o SEO em sua estratégia de inbound? Confira essas 4 dicas

Para finalizar, que tal conferir algumas dicas bem práticas de como aplicar o SEO marketing em suas estratégias de inbound? São 4 passos:

1. Pesquise palavras-chave

Para isso, conheça bem a sua persona e procure entender o que ela procura no Google. Depois, busque ferramentas de SEO gratuitas, como o planejador de palavras-chave do próprio Google Adwords.

2. Analise os resultados que o Google está exibindo atualmente para a sua palavra-chave

Isso fará com que você tenha uma ideia do tipo de conteúdo que tem funcionado no segmento. Mas, mais do que isso, você terá a chance de identificar oportunidades de criar conteúdos ainda melhores. Aqui você também pode aproveitar para fazer uma análise técnica, observando se os concorrentes estão trabalhando as dicas que citamos acima (qualidade do conteúdo e link building).

3. Crie um conteúdo épico

Depois de identificar as fraquezas e pontos de melhoria dos conteúdos que já estão ocupando boas posições, é hora de criar algo ainda melhor.

4. Monitore os resultados

Em SEO marketing, pode levar meses até que o seu conteúdo conquiste boas posições. No entanto, é importante monitorar os resultados com frequência — especialmente depois que você já estiver no topo.

Como vimos neste artigo, o SEO marketing e o marketing digital como um todo andam lado a lado. No médio e longo prazo, nada mais vantajoso para uma marca do que ter seus conteúdos, páginas e site posicionados nas primeiras posições do Google, sem precisar investir em anúncios. Ou seja, focar no SEO para empresas, entregar informações relevantes e atender às necessidades do público são ótimas maneiras de conquistar solidez em sua estratégia de divulgação.

Agora que você já sabe o que é SEO marketing, que tal aprender ainda mais sobre otimização de site? Confira o artigo o que é SEO? e torne-se um especialista no assunto.