Um dos erros mais comuns cometidos pelas empresas é não acompanhar os indicadores de marketing digital periodicamente. Esses indicadores ajudam a identificar as melhores oportunidades de ação, além de mostrarem o comportamento do público.

Com base nisso, analisar esses números permitirá otimizar os investimentos, melhorando os resultados e trazendo cada vez mais rentabilidade para o seu negócio.

Quer descobrir quais são os indicadores de marketing digital que não podem ser deixados de lado? Continue a leitura!

CAC (Custo de Aquisição de Cliente)

O CAC — Custo de Aquisição de Cliente —, é uma métrica que trabalha o valor de aquisição de cada novo cliente para a sua empresa. Esse dado é importante porque ajuda a mostrar quando cada uma dessas novas pessoas realmente começa a trazer lucros reais para o seu negócio.

Muitos empresários, ao verem novos clientes entrando na cartela, acreditam que o lucro é certo. A verdade é que, se o ticket médio for inferior ao valor do CAC, os novos clientes ainda estão dando prejuízo.

Para saber quanto cada novo cliente custa para a sua empresa, é preciso fazer um cálculo simples: para começar, some todos os valores de investimento que foram feitos para a aquisição de clientes ao longo do último mês. Com esse valor em mãos, divida-o pelo número de novos clientes conquistados no mesmo período. O valor alcançado é o quanto cada novo cliente custou para a sua empresa. Entenda:

CAC = despesas + investimentos em marketing e vendas/número de novos clientes em um período.

Ticket médio

Como citamos, o ticket médio precisa ser analisado para descobrirmos quando os novos clientes começarão a dar lucros para a empresa, com base no CAC. Essa métrica ajuda a identificar quanto cada cliente gasta, em média, nos produtos ou serviços comercializados pela sua empresa, de preferência mensalmente.

Se o ticket médio estiver muito baixo, é necessário criar estratégias para aumentá-lo, como crosselling ou upselling. Para calcular o ticket médio mensal, considere o seguinte cálculo:

Ticket médio mensal = receita do mês/número de clientes do mês.

LTV (Lifetime Value)

Como explicamos, o CAC precisa ser menor que o ticket médio para que o cliente comece a dar lucro na primeira compra. Se isso não acontecer, é necessário que o cliente seja fidelizado e repita o processo de aquisição para se pagar com base nos investimentos que foram realizados para a sua aquisição.

Por isso, entender o Lifetime Value de cada cliente ajuda a identificar como está a fidelização do seu público e a trabalhar nesses números.

Um cliente fidelizado é, sem dúvidas, um cliente mais rentável, uma vez que ele se paga e dá lucros para o seu negócio, sem a necessidade do investimento em readquiri-lo. Para que a sua empresa seja sustentável no âmbito financeiro, o interessante é que o seu LTV seja, no mínimo, três vezes maior que o CAC.

Se quiser calcular o LTV da sua empresa, faça o seguinte cálculo:

LTV = ticket médio mensal x tempo médio de retenção de cada cliente.

ROI (Retorno sobre Investimento)

O ROI é o retorno total que você obteve com todos os investimentos realizados naquele período. Ele ajudará a entender se as suas estratégias do último mês, por exemplo, foram positivas ou negativas financeiramente para o seu negócio.

Essa é uma métrica fundamental em qualquer empreendimento, independentemente dos objetivos de marketing, uma vez que está diretamente relacionada ao lucro. Para calcular o ROI, siga o cálculo:

ROI = receita obtida – valor investido/valor investido.

Os indicadores de marketing digital o ajudarão a orientar as estratégias de marketing praticadas pela sua empresa. Nesse contexto de análise, é possível finalmente identificar quais são as ações que estão trazendo resultados positivos e quais estão prejudicando seu negócio. Com a otimização do investimento, é fato: resultados mais interessantes e taxas de conversão muito mais expressivas virão!

Gostou deste conteúdo ou tem alguma dúvida? Deixe um comentário!