A produção de conteúdo é a forma mais inteligente e sustentável de gerar leads, captar clientes e fidelizar. Parece muito, mas de fato essas três etapas do processo de marketing e vendas são contempladas por esse formato.

Por meio do conteúdo, você cumpre os mesmos objetivos de uma campanha publicitária, além de ser capaz de convencer seu público tal como fariam seus vendedores, podendo fidelizá-lo e encantá-lo a um custo muito menor. Por isso, é um dos meios mais efetivos de gerar resultados consistentes, com a vantagem de reforçar a credibilidade e a autoridade de sua marca.

Então, quer saber como fazer tudo isso e muito mais? Prossiga na leitura e faça da sua empresa uma verdadeira campeã nas ações de marketing digital!

Saiba por que investir em marketing de conteúdo

Números da pesquisa Content Trends revelam que a produção de conteúdo entrou definitivamente na pauta das ações de marketing das marcas. No estudo, foi apurado que 71% das empresas brasileiras investem em conteúdo e que 61,7% publicam em blogs.

Ora, se praticamente um terço dos negócios no Brasil explora o marketing de conteúdo, significa que a chance de que seus concorrentes também o tenham adotado é grande.

Esse investimento se justifica por diversos motivos. Além dos que já destacamos, vale apresentar os resultados em termos de audiência. Nesse sentido, uma pesquisa da HubSpot concluiu que as empresas que publicam 16 conteúdos ou mais por mês têm 3,5 vezes mais visitas no site do que as que publicam apenas 4.

Diante de números tão contundentes, fica difícil renegar a importância do conteúdo e sua enorme força de atração, não é mesmo?

A melhor parte é que entender o processo de produção não vai exigir muito do seu tempo. Esse é o tópico que vamos explorar a seguir.

Entenda o processo de produção de conteúdo

Perceba que planejar e produzir conteúdo demanda muito mais esforço do que investir em mídia paga, em função do retorno mais demorado. Como o que as empresas menos têm disponível é verba para investir, não são poucas as que acabam abandonando suas estratégias antes mesmo que elas comecem a dar os primeiros resultados.

Sendo assim, a primeira coisa que você deverá exercitar é a resiliência. Não desista, é sério. Depois de começar as publicações, os resultados levam um tempo para se consolidar, mas, com o tempo, não há outra consequência que não seja o aumento no tráfego. Se os leads captados forem realmente qualificados, o cumprimento de suas metas acontecerá naturalmente. O trabalho é feito antes e os frutos colhidos depois.

Para que isso aconteça, comece traçando a rota, ou seja, a estratégia que o levará ao sucesso.

Definição da estratégia

Uma estratégia de produção de conteúdo começa com a definição de um ou mais objetivos. Veja alguns exemplos:

  • alcançar a primeira página da busca do Google em X meses;
  • aumentar as vendas no e-commerce em 10% dentro de um ano;
  • gerar leads qualificados para campanhas de e-mail marketing;
  • tornar-se referência em seu segmento.

Outra parte fundamental da estratégia é definir o público para quem você vai falar. Seus conteúdos deverão ser preparados para atrair as pessoas certas, por isso, é necessário criar uma persona. Trata-se de um cliente fictício, cujo perfil é elaborado com base em seus clientes reais. Quanto mais detalhado for esse perfil, mais ricos serão seus conteúdos, o que o levará a atingir suas metas mais rapidamente.

Planejamento do conteúdo

Para ser encontrado na busca do Google, cada um de seus conteúdos deverá conter uma quantidade de palavras-chave. São termos que as pessoas buscam quando têm dúvidas, quando querem saber mais sobre um assunto ou quando simplesmente procuram um produto ou serviço. Escolha as mais relevantes para seu negócio e produza conteúdo a partir delas.

Avançando no planejamento, defina também os formatos de conteúdo. Serão artigos, e-books, vídeos ou podcasts? Sendo artigos, que tamanho deverão ter para ranquear bem e superar os da concorrência?

Conforme as respostas para essas perguntas e as palavras-chave que você tiver definido, escolha os temas dos quais seu blog vai falar. Assim, você estará pronto para organizar a publicação, definindo a periodicidade e a frequência das postagens. Quanto mais temas, maior deverá ser a frequência.

Produção do conteúdo

Com todas as questões elementares respondidas, será o momento de botar a mão na massa. O conteúdo, na fase de produção, deve ser orientado pela criação de pautas, sempre guiada pelas palavras-chave e pelo interesse do público. Para tanto, é importante verificar o desempenho de seus posts. Além disso, avalie possíveis termos de pesquisa para os quais você precise melhorar seus resultados de busca orgânica (veja no tópico sobre ferramentas, no fim do artigo).

Sendo assim, monte um fluxo de trabalho no qual a produção dos artigos seja sempre sucedida de uma revisão. Na publicação, não deixe de utilizar ferramentas que garantam um conteúdo totalmente otimizado, como o plugin SEO Yoast, para Wordpress.

Para garantir a eficiência, acompanhe a performance

Não se gerencia o que não se mede, disse o célebre William Deming. Com o marketing de conteúdo esse princípio continua valendo, por isso, é fundamental medir os resultados. Faça isso todo mês, toda semana ou assim que um ciclo de produção e publicação for encerrado. Tenha especial cuidado em adotar métricas relevantes e, nas redes sociais, evite julgar seus resultados apenas pelas métricas de vaidade, ou seja, curtidas, comentários e compartilhamentos.

De qualquer forma, alguns dos indicadores de performance que você poderá adotar são:

  • quantidade de acessos por período de tempo, tipo de conteúdo ou local;
  • posição na busca do Google por palavra-chave;
  • número de conversões, medidas em vendas no comércio eletrônico, preenchimento de cadastro ou conforme você definir.

Conheça 8 ferramentas para te ajudar na produção de conteúdo

Não seria possível obter resultados duradouros sem ferramentas que o auxiliem em cada etapa do processo de planejamento, produção e publicação de conteúdo. Veja quais são as mais utilizadas em cada fase, tanto gratuitas quanto pagas.

Estratégia

  • O fantástico gerador de personas;
  • Google Trends (para saber em que época explorar palavras-chave).

Planejamento

  • Ubersuggest;
  • Keyword Tool;
  • SEMrush.

Produção

  • Google Analytics;
  • Google Search Console;
  • SEO Yoast.

Repare que as ferramentas utilizadas na fase de produção darão subsídios para você trabalhar também no planejamento e na estratégia. Com base nos dados que você extrair, corrija possíveis erros, reformule palavras-chave ou explore temas até então não revelados. Entenda a produção de conteúdo como um processo cíclico e contínuo, no qual sempre haverá o que melhorar, até que seu site comece a gerar sozinho os resultados.

Curtiu o conteúdo e quer dividir esse conhecimento com seus amigos? Vá em frente, compartilhe-o agora mesmo em suas redes sociais!