Colocar seu site no topo dos resultados do Google parece ser uma tarefa muito difícil? Para atingir essa meta ambiciosa, você precisa entender e explorar bem todas as ações para uma estratégia de otimização. Uma dessas ações é o link building para SEO.

Apesar do nome, o conceito é simples: link building significa construir links em outras páginas da internet que direcionam para o seu site, os chamados "backlinks". A quantidade e qualidade de backlinks que um site recebe é um dos principais fatores que o Google e outros mecanismos de buscas usam para determinar seu ranking.

Neste post, vamos apresentar as informações essenciais para você entender como funciona o link building para SEO, e também várias dicas para usar essa ação na otimização do seu site. Então, fique atento para não perder nenhum detalhe!

Como já foi dito na introdução, a quantidade e a qualidade dos backlinks importam para os resultados do link building para SEO. Quantidade é fácil de entender. Agora, você pode estar com uma pergunta na cabeça: afinal de contas, o que significa falar em qualidade de um link?

Não existe uma única visão sobre os elementos que entram nessa avaliação. Porém, a maioria dos especialistas concorda que os melhores backlinks são aqueles que estão em uma fonte confiável, relevante, com alto volume de tráfego.

Também é positivo receber backlinks de fontes diferentes, em vez de todos do mesmo site. Para completar, é ainda melhor quando o texto em que o link está inserido é compatível com a palavra-chave da página de destino.

Quando nós falamos em quantidade, você provavelmente pensa que quanto mais backlinks, melhor, não é mesmo? Porém, é preciso tomar cuidado. 10 backlinks de alta qualidade valem mais do que 100 backlinks ruins.

O fato é que backlinks de qualidade nunca são demais, enquanto muitos backlinks ruins podem efetivamente fazer seu site ser penalizado nos resultados de buscas. Então, a questão não é quantos links para o seu conteúdo você precisa construir, mas quantos você consegue construir sem recorrer a técnicas questionáveis.

3. O que são os atributos nofollow e dofollow?

Agora, vamos começar a falar de aspectos mais técnicos do link building para SEO. Por exemplo, você conhece o significado dos termos nofollow e dofollow?

Vamos começar com os links nofollow. Se você puder ver um conteúdo no formato de código HTML, vai notar que, quando um link é criado, ele aparece assim:

<a href=”http://www.seonapratica.com.br”>SEO na Prática</a>

Agora, se esse link for criado com uma tag nofollow, o código muda um pouco:

<a href=”http://www.seonapratica.com.br” rel="nofollow">SEO na Prática</a>

Isso é importante porque quando um link é construído com a tag nofollow, o Google ignora aquele link. Entenda bem: o link vai funcionar normalmente para os visitantes do site, ele só não vai ser reconhecido pelos robozinhos do Google que avaliam o SEO.

Bom, e daí? Qual é o efeito prático? Infelizmente, mesmo que o maior site do país crie um backlink para o seu conteúdo, se ele usar a tag nofollow, esse link não vai ajudar no seu SEO.

Por outro lado, a tag dofollow permite que o Google identifique o link. Detalhe: apesar do nome, ela não é uma tag de verdade, mas apenas a ausência da tag nofollow.

Você está aprendendo muito sobre link building, como fazer e por que fazer. Mesmo assim, ainda quer uma ajudinha com os processos, certo? Então, saiba que existem ferramentas para facilitar seu trabalho, mas nem todas são boas.

Você vai encontrar várias ferramentas para comprar backlinks. Essas conseguem produzir um alto fluxo de links para o seu conteúdo, mas podem fazer com que seu site seja penalizado pelo Google, porque a qualidade dos links comprados é baixa.

Por outro lado, existem ferramentas para melhorar sua estratégia de link building. Essas, sim, valem a pena!

Um dos recursos desse tipo de ferramenta é fazer uma auditoria dos backlinks do seu site, permitindo avaliar qual é a situação atual: quais conteúdos recebem mais links, quais são as principais fontes, entre outras informações.

Outro recurso importante é o que permite encontrar sites que seriam boas fontes de backlinks e prospectá-los com eficiência. E algumas ferramentas até incluem recursos para excluir backlinks negativos.

Mesmo sem uma ferramenta específica, você pode começar a fazer uma prospecção ativa de links. Na internet, faça uma pesquisa por blogs que têm uma persona convergente com a sua. Por exemplo, uma escola de educação infantil pode fazer prospecção ativa com uma loja de brinquedos pedagógicos, porque a persona das duas é muito parecida.

Depois de fazer a pesquisa, entre em contato com cada um dos blogs na sua lista. Na mensagem, destaque um conteúdo do seu próprio blog e como ele pode agradar a audiência. Peça que a pessoa visite o conteúdo e, se achar que ele pode agregar valor ao seu público, que crie um link para levar os leitores até ele.

A abordagem é simples, objetiva, e focada nos benefícios do conteúdo para os leitores. Além disso, já que criar bons links para fora do seu site (chamados de outbound links) também é um fator que afeta o SEO, muitas das empresas que você prospectar estarão dispostas a colaborar com o backlink. Vamos concordar: você está poupando, para elas, o trabalho de pesquisar conteúdos para criar outbound links de qualidade. Assim, todos os envolvidos estão lucrando!

Neste post, você viu o que é link building, benefícios e dicas para construir backlinks e obter os melhores resultados. Coloque em prática, mas não se esqueça dos outros fatores que afetam a posição do seu site nas buscas, como o uso adequado de palavras-chave long tail ou a aplicação da técnica skyscraper. No final das contas, o seu ranking reflete o conjunto das ações de SEO desenvolvidas, e não apenas uma delas.

Este conteúdo respondeu suas perguntas sobre link building para SEO? Então, ajude outras pessoas a aprender mais sobre o assunto. É fácil: basta compartilhar nosso artigo com seus amigos nas redes sociais!